Acessibilidade para piscinas: entenda por que é tão importante

A inclusão vem sendo cada vez mais valorizada nas relações humanas. Por isso, as indústrias têm desenvolvido produtos capazes de dar autonomia a quem tem algum tipo de deficiência, incluindo rampas e barras de segurança para piscinas.

Isso é uma boa notícia, já que pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida são beneficiadas pela terapia aquática e exercícios como a hidroginástica. Afinal, a água alivia dores e melhora a circulação sanguínea.

Portanto, se você tem alguém com dificuldade de locomoção em casa, saiba que há formas simples de garantir a acessibilidade para piscinas. Com isso, a pessoa com necessidade ganha autonomia, conforto e sensação de bem-estar.

Continue a leitura e entenda mais sobre a importância dessa adaptação.

O uso da piscina colabora com a saúde física e mental

Que a hidroterapia traz inúmeros benefícios para a saúde, muitos já sabem. Por que isso seria diferente para quem é cadeirante ou tem mobilidade reduzida? Para essas pessoas, o contato com a água e os exercícios aquáticos são ainda mais vantajosos.

Há diversos estudos que comprovam esse fato. Um deles, do Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná, indica as atividades aquáticas para a reabilitação de gestantes, crianças, idosos, indivíduos com distúrbios neurológicos e com disfunções musculoesqueléticas.

Segundo o estudo, os efeitos fisiológicos proporcionados pela imersão envolvem respostas cardíacas, respiratórias, musculares e até renais. Isso porque a água exerce pressão sobre o corpo, o que ativa a circulação sanguínea e melhora a respiração.

A flutuação diminui a sobrecarga nas articulações e favorece, assim, a prática de exercícios que não seriam possíveis no solo. Com relação à saúde mental, a imersão proporciona relaxamento e alívio da tensão, o que libera a mente para pensamentos mais tranquilos.

Dessa forma, pessoas com mobilidade reduzida conseguem realizar até mesmo esportes aquáticos, já que o impacto para a musculatura é bem menor dentro da água. Isso melhora a qualidade de vida.

A acessibilidade garante o aumento da autoestima

O convívio com amigos e familiares em momentos de lazer torna as dificuldades menos pesadas. Por isso, adaptar a piscina para a acessibilidade é fundamental para a socialização e aumento da autoestima em pessoas com dificuldade de locomoção.

A autonomia adquirida por idosos e cadeirantes para entrar na piscina e se refrescar durante os dias quentes é extremamente importante para que eles se sintam capazes.

Imagine poder praticar esportes aquáticos e fazer brincadeiras envolvendo a família toda, sem exceção? Com simples adaptações é possível resgatar a alegria de viver do seu avô, pai, mãe ou avó que precisa de apoio para se deslocar.

Adaptações melhoram a acessibilidade para piscinas

O equipamento para acessibilidade depende da necessidade específica de cada um. Conheça algumas opções recomendadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Pisos antiderrapantes

Evitam acidentes e devem ser instalados ao redor e no fundo das piscinas. Além de antiderrapantes, os pisos devem ser atérmicos, para que não esquentem sob o sol intenso.

Rampas

As rampas podem ser instaladas dentro da piscina para permitir que a pessoa entre na água aos poucos. Devem ser transversais e ter largura mínima de 20cm.

Escadas

O ideal é que sejam de concreto armado revestido com material antiderrapante e que os degraus fiquem submersos.

Corrimões

Corrimões perimetrais de apoio devem ser triplos bilaterais e instalados ao lado dos degraus. As alturas recomendadas são de 45cm, 70cm e 92cm, prolongando-se 30cm para o lado externo da borda da piscina.

Plataforma elevatória

A plataforma elevatória desce até uma profundidade confortável sem exigir que a pessoa saia da cadeira.

Elevador de transferência

Com esse dispositivo, o cadeirante ou pessoa com mobilidade reduzida pode se transferir da cadeira de rodas para uma do próprio equipamento e controlar a imersão na água.

Como você viu, não há nenhum impedimento para que pessoas com dificuldades de locomoção aproveitem os benefícios de um agradável banho de piscina. Por isso, não deixe de proporcionar acessibilidade para piscinas e promova o bem-estar da sua família.

Você já adaptou a sua piscina para quando a velhice chegar? Tem alguém na sua casa que usa algum dos itens de acessibilidade? Comente abaixo!

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *