Sua piscina está com cheiro ruim? Entenda o motivo!

Muita gente acha que piscina com cheiro ruim é resultado do excesso de cloro. No entanto, é a falta dele que causa esse problema, devido a formação de uma substância chamada cloramina. Além do forte odor, ela também pode causar irritação e ressecamento da pele, dos olhos e dos cabelos.

Então o que é a cloramina e como podemos resolver o problema do mau cheiro na piscina? É o que trataremos no post de hoje. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é a cloramina?

A cloramina é formada pela combinação do cloro com compostos de amônia ou nitrogênio, como a urina, o suor da pele, a saliva, restos de maquiagem, a água da chuva e até restos fecais. Isso acontece depois de um período de uso prolongado da piscina.

Por que ela deixa a piscina com cheiro ruim?

Apesar do cheiro forte na água, o cloro perde suas propriedades desinfetantes. Se o nível dele não for corrigido, a água fica desprotegida e inadequada para o banho. Por isso, a piscina com cheiro ruim deve ser ser tratada de imediato.

Como identificar a presença da substância?

O fato é que uma piscina realmente limpa e saudável não tem nenhum odor. O que é comumente chamado de “cheiro de piscina”, na verdade, é cloramina, mesmo que a água esteja com boa aparência. Portanto, qualquer alteração no cheiro indica a presença dessa substância e a necessidade de correção na quantidade de cloro.

Para isso, é preciso verificar a quantidade de cloro livre (que está solto na água) e total (incluindo os que formam as cloraminas). O primeiro é descoberto com as fitas teste. Já o segundo, com os kits de teste.

Basta subtrair o cloro livre do total, e o resultado indica a quantidade de cloro combinado, que é a cloramina. Esse teste é a maneira correta de avaliar a necessidade de correção do cloro, mas é fundamental ficar de olho em todos os indícios, como olhos avermelhados e irritados, cabelos esverdeados e, claro, a piscina com cheiro ruim.

O que fazer para eliminar o mau cheiro?

A forma mais eficaz de eliminar o cheiro ruim da água é fazendo um tratamento de choque. O primeiro passo é fazer uma supercloração, até que as cloraminas sejam oxidadas. O recomendado é que seja utilizada uma proporção de 14 g de cloro granulado para cada metro cúbico de água.

Caso a água da piscina esteja escurecida ou esverdeada, é bom deixar que o cloro aja por pelo menos um dia. Depois, deve ser feita uma aspiração do fundo, a filtração da água e a correção dos níveis de alcalinidade e pH.

Após esse tratamento, você deve notar que a piscina está sem nenhum cheiro. Do contrário, dependendo do estado da água, talvez seja o caso de trocá-la totalmente, sobretudo em períodos de uso mais intenso.

De qualquer forma, a melhor maneira de evitar uma piscina com cheiro ruim é fazer a cloração adequada com regularidade. Se perceber que ela está com odor, o melhor é não usá-la e tratar a água o mais rápido possível.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida sobre o mau cheiro de piscinas? Quer saber mais sobre o assunto? Deixe seu comentário!

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *