consumo-de-energia-da-piscina-4-dicas-para-economizar

Consumo de energia da piscina: 4 dicas para economizar

Para você que deseja saber como economizar no consumo de energia elétrica da piscina, separamos as principais dicas. Confira agora!

Ter uma piscina em casa é um projeto que garante vários benefícios para os morados, pois, além de proporcionar um excelente meio de lazer para toda a família, é um ótimo ambiente de relaxamento e descanso. Entretanto, esse investimento demanda certos gastos que podem gerar incômodo ao proprietário caso os procedimentos não sejam realizados adequadamente — como o consumo de energia elétrica.

Isso porque, muitas pessoas não têm o conhecimento sobre as melhores formas de planejamento e ações que diminuem o consumo de energia da piscina, gerando um gasto maior que o esperado na conta de luz da residência. Para ajudar nessa questão, preparamos este post contendo as 4 principais dicas para economizar energia elétrica utilizando a piscina. Continue a leitura e fique por dentro!

1. Defina qual o tamanho da piscina ideal para sua residência

No momento de escolher a piscina ideal, é importante levar em consideração o tamanho e o volume segundo as necessidades específicas de utilização. Desse modo, questões como quantidade de usuários, frequência de uso e dimensões do jardim devem ser avaliadas estrategicamente no projeto, pois são fatores que influenciarão diretamente no consumo de energia elétrica da piscina.

Nesse sentido, quanto maior for a piscina, maiores serão os gastos com manutenção e energia elétrica, pois o volume de água definirá, por exemplo, a potência da bomba de água e seu consumo de eletricidade. Com relação à frequência de uso o raciocínio é o mesmo: caso você for utilizá-la apenas em momentos específicos com amigos e familiares, talvez um tanque de dimensões maiores não seja a melhor opção.

2. Mantenha uma rotina de manutenção da piscina

Outra dica importante é realizar a manutenção da piscina regularmente. Componentes como filtro e eletrobomba devem estar em boas condições de funcionamento, pois com uma filtragem ineficiente será necessário que a bomba trabalhe por mais tempo, provocando o aumento do consumo de energia. Além disso, deve-se fazer a limpeza da área externa periodicamente para evitar que sujeiras caiam na água e aumentem a demanda de filtragem.

3. Adote procedimentos que otimizem o gasto de energia

Existem algumas formas de economizar o consumo de energia da piscina que não exigem grandes investimentos. A esse respeito, um bom exemplo é instalar um temporizador para comandar o acionamento automático da bomba de acordo com a necessidade de filtragem da água, a fim de evitar que esse equipamento consuma mais do que realmente é necessário.

Outra prática é utilizar tubos do circuito da bomba com diâmetros maiores, além de substituir as emendas da tubulação de 90 para 45 graus. Isso contribuirá para diminuir a resistência do sistema e facilitar o trabalho da eletrobomba.

4. Escolha bem o tipo de aquecedor para a piscina

Caso você queira investir em mais conforto e deseja instalar um sistema de aquecimento para a piscina, é essencial avaliar o melhor equipamento para o seu projeto. Quando o assunto é economia de energia elétrica os aquecedores elétricos ficam em desvantagens, pois demandam um grande gasto de eletricidade para funcionarem, especialmente, quando a temperatura ambiente está abaixo de 15 graus Celsius.

Dessa forma, os modelos de aquecimento solar e a gás somam pontos positivos, pois, por não necessitarem diretamente de energia elétrica, contribuem para minimizar o gasto de energia da piscina. Logo, ao optar por uma desses sistemas você terá um ótimo resultado na conta de luz da residência, visto que os aquecedores são os principais consumidores de energia.

Portanto, essas foram as principais dicas para economizar no consumo de energia da piscina. Percebe-se que, com algumas ações simples, você consegue obter bons resultados nos processos de manutenção e uso da piscina, poupando gastos desnecessários.

Gostou do artigo? Então, veja também nosso post sobre as vantagens do aquecimento solar residencial!

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *