Série Olimpíadas: você entende as regras e treinos da natação?

Série Olimpíadas: você entende as regras e treinos da natação?

A natação é um dos esportes das Olimpíadas que mais fascina os brasileiros. Não é para menos, já que o país tem nomes de peso (muitos deles campeões olímpicos), como Thiago Pereira, Joana Maranhão, Fernando Scherer, César Cielo e Gustavo Borges — este último o nosso recordista olímpico de medalhas.

Mas se você é daqueles que gosta do esporte, mas fica perdido enquanto assiste aos jogos, venha aprender quais são os estilos, as regras e veja algumas curiosidades sobre a natação na nossa Série Olimpíadas.

Treinos da natação

Estilos

A primeira coisa que você precisa saber sobre a natação é que nela há os famosos quatro estilos:

Costas

Os competidores saem já dentro da piscina, com as duas mãos agarradas no suporte de saída. Após o sinal, devem impulsionar seu corpo para trás e baterem as pernas velozmente, assim como girar os ombros para trás. Ao chegarem à borda oposta, devem fazer a virada olímpica e voltar na posição de costas. Veja algumas dicas desse estilo com o campeão Gustavo Borges.

Peito

Os competidores começam fora da piscina, de onde devem mergulhar. Ao mergulharem, devem lançar as mãos para frente a partir do peito e, ao esticar os braços, tornarem a voltar para trás, em um movimento circular. Já as pernas imitam a forma de nadar de um sapo, ajudando a empurrar a água para trás. É um nado que exige bastante coordenação para fazer o movimento perfeito.

Crawl

É o estilo mais rápido da natação e por isso é o escolhido nas competições de estilo livre. Os participantes também começam fora da piscina e, ao mergulharem, devem bater as pernas em um movimento de tesoura, bem como girarem seus braços para frente.

Borboleta

O nado borboleta também começa fora da piscina e, após mergulharem, os competidores devem bater suas pernas juntas, sem alterná-las. O movimento dos braços também é simultâneo, de forma que os dois braços são rotacionados para frente ao mesmo tempo.

Se você já ouviu falar na competição “medley” ou “quatro estilos”, mas não sabe o que significa, fique sabendo que nesta modalidade todos os competidores nadam os quatro estilos que apresentamos acima alternadamente.

Regras

Na Série Olimpíadas, também apresentamos algumas regras da natação que são importantes para se compreender o esporte. Confira:

Tamanho da piscina

A piscina possui normalmente 50 m x 25 m (e 2 m de profundidade), sendo essa dimensão conhecida como piscina olímpica. A piscina é dividida longitudinalmente em oito partes iguais, chamadas de “raias”. Cada competidor fica em uma raia específica.

Tempo de largada

Todos os atletas devem respeitar o tempo de largada, podendo mergulhar ou se projetarem para trás apenas quando for dado o sinal. Caso queimem a largada duas vezes, podem ser eliminados da competição.

Desclassificação

Qualquer alteração no estilo exigido também pode ser critério de desclassificação — por exemplo, não bater as pernas de forma simultânea no nado borboleta. Também podem ser desclassificados aqueles que não tocarem nenhuma parte do corpo na outra borda na hora da virada.

No revezamento, caso o competidor fora da piscina salte antes que seu companheiro de equipe toque a borda, também ocorre a desclassificação.

Curiosidades sobre o esporte

  • Os competidores com melhores tempos nas classificatórias ficam com as raias do meio. Isso porque nadando neste local eles pegam menos rebarba de água jogada por outros competidores, tendo um melhor desempenho.
  • Quando você ouvir falar em “estilo livre”, os nadadores podem optar por qualquer um dos estilos. Normalmente se opta pelo crawl por ser o mais rápido.
  • A natação é uma das atividades mais completas para treinar todo o corpo, além de ser uma das atividades que mais colaboram com o desenvolvimento das crianças.
  • Michael Phelps, que ganhou diversas medalhas na Rio 2016, é atual detentor de nada menos do que 8 recordes mundiais.
  • A maioria dos nadadores profissionais costuma se depilar inteiramente constantemente. Isso é para diminuir o atrito do corpo com a água e, assim, conseguir deslizar melhor, aumentando o rendimento.
  • O nado mais rápido é o crawl, com média de 7,2 km/h. O mais lento é o peito, com média de 5,7 km/h.

Curtiu saber mais sobre a natação na Série Olimpíadas? Então, compartilhe a publicação nas suas redes sociais para seus amigos!

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

2 comentários em “Série Olimpíadas: você entende as regras e treinos da natação?”

  1. Freire disse:

    Excelente artigo, parabéns!!!

  2. Ola! Eu amo seu post obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *