Saiba o que é o branqueamento de piscinas e por que ele acontece!

Se você acaba de adquirir uma piscina de fibra de vidro, ou até mesmo se já tem uma há algum tempo, precisa saber sobre o branqueamento de piscinas. Trata-se de um problema que, como o próprio nome já diz, causa o branqueamento da fibra, deixando-a com um aspecto feio e envelhecido.

Para que você saiba mais sobre o assunto, explicamos neste post o que causa esse problema, como evitá-lo para manter sua piscina sempre novinha. Continue lendo e acabe já com esse infortúnio!

Entenda o que é o branqueamento de piscinas

Basicamente, o branqueamento de piscinas ocorre por causa de uma alteração na quantidade de cloro na água. O excesso do elemento químico baixa o PH dela, tornando-a ácida.

O PH da água utilizada na piscina deve estar sempre entre 7,2 e 7,6. Quando esse valor fica abaixo, e a água ácida, esse fenômeno pode deixar a fibra da piscina esbranquiçada.

Além do prejuízo material, o excesso de cloro na água causa problemas de saúde aos banhistas, já que ele causa irritação nos olhos, intoxicação e potencializa alergias.

O problema de branqueamento também pode ser causado pelo uso excessivo de produtos de limpeza, que acabam por desbotar a fibra, dando-lhe um aspecto opaco, desgastado.

Em alguns casos, em piscinas mais antigas, o branqueamento pode ocorrer por causa do tempo de uso, mas em se tratando de um equipamento novo, é recomendável verificar a cloração e o método de limpeza.

Aprenda a resolver o problema

Agora que já identificamos os possíveis causadores do branqueamento, mostramos como resolver o problema.

Primeiro, adquira um estojo de verificação do PH da água e comprove se ela está mesmo ácida. Caso esteja, faça a correção usando uma base, como o carbonato de sódio. Depois, aplique, use o sistema de filtragem para que não ocorra o acúmulo de produto em apenas uma parte da piscina e faça a medição novamente depois de uma hora para saber se o PH já está entre 7,2 e 7,6.

Depois de solucionada a questão, faça a cloração adequada para manter o nível correto do PH da água. Opte ainda pelo uso do cloro granulado, que deve ser dissolvido inicialmente em um balde plástico para evitar que partículas sólidas cheguem até sua piscina e causem o branqueamento por acúmulo de cloro em uma só área.

Agora se o PH da água estiver correto, o branqueamento pode estar sendo causado por excesso de produto de limpeza. Nesse caso, verifique que tipo de produto é recomendado pelo fabricante para a limpeza de sua piscina e com que frequência deve ser utilizado.

Por fim, se sua piscina estiver ficando esbranquiçada por causa do tempo de uso, considere fazer um polimento nela para recuperar a coloração original.

Como vimos, aprender as causas do branqueamento de piscinas é importante, não só por uma questão estética e de conservação, mas também de saúde, já que o cloro — principal causador do fenômeno — pode acarretar mal-estar aos banhistas. Mas com um tratamento adequado, e principalmente, com uma manutenção eficaz e constante, você ficará livre do problema e terá uma piscina novinha e bonita por muito mais tempo.

Agora que você já sabe tudo sobre branqueamento do piscinas, que tal seguir nossas redes sociais? Estamos no Facebook e no Google +!

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *