Piscina indoor? 5 motivos para você construir uma dentro de casa!

Quem não gostaria de viver em uma casa de novela? Para realizar este sonho, basta investir em itens que fazem a diferença na estrutura de lazer. Se a meta for ter uma piscina indoor, por exemplo, vá a um fornecedor especializado e peça para ver alguns modelos de projetos. Munido de informações, converse com a família e convoque-a para fazer uma força-tarefa em prol da economia. Se todos colaborarem, a verba para construi-la logo aparece.

Quais são os benefícios de ter uma piscina indoor?

Do ponto de vista financeiro, engana-se quem pensa que ter uma piscina indoor seja sinônimo de prejuízo. Coberta e aquecida, a estrutura permite o aproveitamento permanente e, consequentemente, diminui as despesas com o lazer.

Para se convencer, veja cinco motivos que comprovam que ter uma piscina interna é um ótimo negócio!

1. Uso nos períodos frios

A piscina indoor serve tanto para práticas terapêuticas, quanto para as esportivas, além de poder proporcionar um simples momento de relaxamento. Como ela possui sistema de aquecimento, pode ser usada o ano todo, de dia ou à noite, independentemente das condições climáticas.

2. Valorização arquitetônica

A estrutura pode ser integrada a ambientes sociais, como a sala de estar. Em tempos em que as pessoas preferem ficar o máximo possível dentro de casa, dispor de um lazer completo é bom para receber os amigos e valoriza o imóvel em caso de venda.

3. Manutenção mais prática

Por ficar em uma área coberta, a piscina indoor não sofre com as folhas, insetos e resíduos que insistem em cair na superfície das estruturas ao ar livre, diminuindo a frequência do uso da peneira e reduzindo despesas com produtos de limpeza.

4. Maior durabilidade

Sem a ação das intempéries, principalmente a incidência do sol, a piscina indoor se mantém preservada por mais tempo. Além disso, não há risco de ser afetada pelo crescimento das raízes das árvores no entorno.

5. Mais saudável

Por ser coberta e protegida dos raios ultravioletas, a piscina interna ajuda a preservar a pele dos banhistas. Já a temperatura amena e a existência de portas que cortam o vento evitam os choques térmicos — os quais fazem mal, principalmente às crianças.

Como escolher um bom fornecedor para o projeto?

Opte por estabelecimentos especializados, com produtos que sejam classificados de acordo com os parâmetros de eficiência elétrica e térmica do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Na hora de construir, veja se o projeto segue as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Afinal, a piscina indoor não pode ser instalada sem uma análise criteriosa do espaço.

O profissional responsável deve prevenir problemas e indicar quais adaptações precisam ser feitas no espaço onde a estrutura será instalada. Ele também aponta os sistemas de aquecimento, sugere revestimentos antiderrapantes; entre outras dicas.

Como mostrado, há diversas razões que comprovam que promover melhorias para a residência é um investimento que vale a pena. Hoje em dia, ter tudo o que se necessita dentro de casa é mais do que uma questão de mordomia: trata-se de uma medida de economia e até de segurança. Se quiser saber mais sobre a instalação de uma piscina indoor, entre em contato e tire suas dúvidas com um consultor.

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *