Piscina com água turva: veja as principais causas e como tratar!

O verão está próximo e, com ele, vem a necessidade de dar aquela geral na piscina para receber amigos e familiares para os dias de sol. Mas existe um problema que pode acometer a sua piscina, independentemente da época do ano: a chamada piscina com água turva.

O problema pode ter várias causas como desequilíbrio químico, falha na filtração e, até, presença de algas. Vamos ensinar como identificá-las, a fim de resolver a situação e criar mecanismos que evitem que isso volte a acontecer.

Com as dicas certas, seus dias de sol estarão a salvo, juntamente à sua piscina, que ficará  pronta para o uso. Confira já!

Saiba por que a água muda de cor

A água é um composto químico formado por duas moléculas de hidrogênio e outra de oxigênio. Mas a água que recebemos de concessionárias públicas tem adição de outros elementos, como o flúor e o cálcio. Expostos ao tempo ou em contato com outras substâncias — como o cloro da limpeza da água —, eles podem reagir e acarretar uma água imprópria para o uso.

Esse tipo de reação química também é possível com águas vindas de poços artesianos. Nessas é comum a presença de metais, que também reagem na piscina e ocasionam uma água ruim.

Piscina com água turva: conheça as principais causas

A seguir, veremos o que ocasiona a água turva da sua piscina e aprenderemos as principais soluções.

Desequilíbrio químico

Quando a água muda sua coloração, em geral para uma cor leitosa, significa que existe um desequilíbrio químico. Essa cor ocorre quando está com o pH e a alcalinidade baixos, o que pode ser verificado com tiras de medição. Caso seja constatada a baixa do PH, basta acrescentar uma base, como o carbonato de sódio.

Falta de clarificante, de cloro — o que leva ao excesso de matéria orgânica —, ou o excesso de clarificante de ácido cianúrico também levam à alteração da cor da água. Nesse caso, será preciso fazer o balanceamento químico da água, corrigindo o PH e sua possível dureza cálcica (excesso de íons de cálcio).

Faça a medição com estojo de análises. Caso precise reduzir o PH, acrescente um ácido, como o clorídrico ou o bissulfato de sódio em pó. Se a dureza cálcica for constatada, substitua parte da água (de 5 a 10%) da piscina até que os níveis se ajustem.

Presença de algas verdes

A cor verde da água da piscina indica a presença de algas, que podem ter sido levadas pelo vento ou chuva. Elas se desenvolvem no local quando não encontram ação desinfetante, alcalinidade adequada, pH regulado ou, ainda, se houver excesso de matéria orgânica.

Algas ajudam, também, na criação de limo, o que torna as paredes e chão da piscina escorregadios. Para resolver esse tipo de problema, você vai precisar medir e regular o pH e a alcalinidade da água, que deve ser entre 80 e 120 ppm.

Prepare-se, além disso, para fazer uma boa limpeza da piscina para que não fique nenhuma alga nas paredes e adicione cloro para matar qualquer resquício.

Falha na filtração

Sujeira e mudança na cor da água também podem ser um problema de filtração inadequada ou falta dela. Em piscinas muito grandes, o correto é que haja filtração de no mínimo 6 horas por dia em períodos de grande uso, como no verão.

areia do filtro deve ser trocada a cada dois anos. Além desse prazo, ela não consegue segurar a sujeira, comprometendo o processo adequado de filtração.

Tenha kits de verificação da qualidade

Como vimos, a piscina com água turva pode ser resultado de inúmeros desequilíbrios na água, mas que são facilmente identificáveis e ajustados. Em alguns casos, basta que você esteja munido de kits de verificação da qualidade da água para saber o que está acontecendo. Eles são fáceis de  achar para comprar, de manusear e oferecem imediato diagnóstico do problema.

Agora que você já sabe tudo sobre os tipos de água, que tal conhecer os problemas que o excesso de cloro pode acarretar na sua piscina?

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *