Olhos vermelhos na piscina: entenda as causas

Se você tem uma piscina ou frequenta uma cuja reclamação recorrente dos banhistas é ardência e vermelhidão nos olhos, precisa ler este artigo. Nele, vamos explicar quais são as causas mais comuns dos olhos vermelhos na piscina, por que esse tipo de situação acontece e o que fazer para resolvê-la.

Se você está passando por esse tipo de problema e precisa solucioná-lo, continue lendo e fique livre disso!

Saiba o que causa a vermelhidão e irritação

Ao contrário do que muita gente pensa, a vermelhidão e a irritação provocadas ao se mergulhar em uma piscina não são culpa do excesso de cloro, mas de um um outro vilão: o xixi.

Além desses efeitos colaterais sentidos no corpo, a água pode apresentar ainda cheiro forte e cor opaca pelo mesmo motivo. Ou melhor, pela combinação do cloro com substâncias como urina, suor e óleos da pele em excesso na água.

Um estudo do Programa de Saúde da Natação, do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos, mostrou que a reação do cloro com a urina cria um composto químico, a cloramina (combinação do cloro com a amônia presente na urina), que gera os incômodos mencionados. Ela pode causar ainda problemas nos pulmões, coração e sistema nervoso.

Ou seja, a culpa da ardência e vermelhidão nos olhos não é do cloro, mas da reação química que ele promove ao tentar eliminar os germes da água. O resultado da neutralização do xixi é que causa a irritação.

Aprenda como resolver o problema

Agora que já sabemos que o problema não está no cloro, vamos à solução. E ela passa pelo… cloro! Isso mesmo! Caso seja constatado que sua piscina está tomada pela cloramina, você vai precisar fazer uma oxidação de choque para eliminar o problema da água. Veja como:

  • meça o PH da água, ele deve estar entre 7,2 e 7,6 para indicar uma água adequada para o banho. Em casos de água contaminada por cloramina, o PH estará acima de 8, o que pede a supercloração;
  • adicione cloro na água para que seu volume seja 10 vezes maior do que a cloramina presente nele. Espere que o cloro aja e elimine a contaminação;
  • faça o teste do PH da água, verifique se já está na faixa adequada para o banho e volte a usar sua piscina.

Veja como evitar olhos vermelhos na piscina

Como vimos, a causa dos olhos vermelhos na piscina passa por uma questão de higiene e conscientização de seus frequentadores. Caso queira ressaltar isso para os banhistas que frequentam o seu espaço, coloque uma placa próxima ao local de lazer com as seguintes orientações e regras de uso:

  • não urine na piscina, pois além de possíveis doenças, isso causa irritação nos olhos e mucosas;
  • tome uma ducha antes de entrar na água. Isso ajuda a remover o óleo e o suor da pele e evita contaminação;
  • utilize o banheiro de nossas dependências.

A piscina cuja água apresenta algum tipo de cheiro e provoca irritação nos seus banhistas está com problemas de higiene. Faça a medição do PH, regule-o, se for o caso, e curta o seu momento de lazer sem nenhum tipo de problema ou sobressalto.

Gostou do nosso artigo sobre as causas dos olhos vermelhos na piscina? Então, curta a nossa página no Facebook e confira mais novidades!

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *