História da natação: saiba como foi sua evolução até se tornar um esporte

Sendo uma das atividades mais antigas, a natação se tornou bastante popular, pois, além dos benefícios físicos, o contato com água libera endorfina, que é a substância responsável pela sensação de prazer em nosso corpo.

De acordo com a história da natação, existe uma ligação bastante antiga entre o homem e a água. Por esse motivo, preparamos este artigo para você entender melhor sobre o assunto. Quer saber mais? Então acompanhe a leitura!

História da natação

A natação está entre as atividades físicas mais antigas do mundo, visto que os primeiros registros dessa prática foram encontrados em pinturas rupestres de 7.000 anos atrás e as primeiras referências por escrito há mais de 4.000 anos.

Dessa forma, é possível afirmar que a história da natação está diretamente ligada à evolução do homem, uma vez que se tornou uma ferramenta importante para sua sobrevivência, seja pela busca de alimentos ou na fuga de algum perigo em terra.

No Antigo Egito, em 3000 a.C., os filhos dos nobres tinham que aprender a nadar desde cedo, enquanto na Grécia, a prática dessa atividade se tornou símbolo de beleza. Já na civilização romana, serviu como base para a preparação militar dos soldados do império.

No entanto, ao longo dos anos, criou-se uma crença de que a natação era a responsável por disseminar doenças. Porém, o rei francês Luiz XIV, estimulou a população a aderir novamente a atividade por meio da criação de piscinas públicas.

Agora um esporte

De acordo com os registros, sabe-se que, na civilização grega, existiram as primeiras disputas de natação ― os jogos Ístmicos feitos em homenagem ao deus Poseidon. Contudo, a primeira competição oficial aconteceu em 1858 na Austrália, logo em seguida, a Inglaterra promoveu seu primeiro campeonato nacional, seguido pelos Estados Unidos.

A popularização desse esporte ganhou mais força no ano de 1896, após a primeira edição da Era Moderna dos Jogos Olímpicos, realizada na cidade de Atenas. O evento realizou provas aquáticas feitas no mar, os atletas disputaram os 100 m, 500 m e 1200 m livres, sendo que, o primeiro campeão olímpico, foi o húngaro Alfred Hajo nos 100 m livres.

No Brasil, a natação esportiva foi oficializada em 31 de julho de 1897, no Rio de Janeiro, com a fundação da União de Regatas Fluminenses. Um ano depois, ocorreu o 1° Campeonato Brasileiro, numa prova masculina de 1500 metros de nado livre entre a fortaleza de Villegaignon e a praia de Santa Luzia.

Algumas curiosidades sobre a natação

  • Comemora-se em 8 de abril o Dia da Natação.
  • Michael Phelps após as Olimpíadas do Rio 2016 se tornou o atleta com o maior número de medalhas ― sendo 23 de ouro, 3 de prata e 2 de bronze ― já conquistadas na história da natação.
  • A natação é a única atividade física recomendada para crianças menores de três anos.
  • A piscina conhecida como Lagoa de Cristal, localizada no Chile, se tornou a maior do mundo devido aos seus 1012 metros de comprimento e 35 metros de profundidade.
  • A primeira roupa de mergulho foi criada pelo ex-presidente americano Benjamin Franklin.
  • Em Cingapura está localizada a piscina mais alta do mundo, com 200 metros de distância do chão se trata da Infinity Pool do Sky Park.

Portanto, além de ser considerada uma atividade física completa e com baixo risco de lesões, a natação proporciona muitos benefícios para o corpo e a mente. Ela favorece o enrijecimento dos músculos, garante maior flexibilidade nas articulações, combate o stress e estimula o emagrecimento, pois, segundo pesquisas, quem nada pode perder cerca de 600 calorias por hora.

E não é só isso, nadar também serve como prevenção contra doenças cerebrais, respiratórias e cardiovasculares.

A história da natação mostra que são muitos os motivos para aderir a essa atividade, seja como hobby ou até como profissão. Por isso, se você quer começar a praticar agora mesmo, que tal antes conhecer os principais estilos de natação.

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *