Conheça os 3 problemas comuns com piscinas de fibra e como evitá-los

As piscinas de fibra já são uma opção bastante procurada pela maioria daqueles que querem um pouco mais de diversão em seus dias livres e de descanso. Os benefícios são muitos: ela é durável, tem o preço bastante acessível e é de fácil instalação e manutenção.

Mas problemas podem surgir, originados das mais diversas situações. Por isso, elencamos nesse artigo os quatro problemas mais comuns que acontecem com piscinas de fibra e como fazer para evitá-los. Vamos a eles?

1. Manchas

A principal causa de manchas no material de revestimento da piscina de fibra são objetos estranhos que, quando caem dentro da piscina e deixados ali por muito tempo, acabam “reagindo” com a camada mais externa da fibra. Isso causa manchas bem difíceis de serem removidas.

Nesse aspecto, os maiores vilões das piscinas de fibra são objetos metálicos, como grampos de cabelo, moedas, tampas de garrafas, dentre muitos outros exemplos. Além de provocarem manchas de ferrugem, eles são pequenos e facilmente “esquecidos” na área da piscina. Folhas, galhos e outros objetos também causam manchas quando em contato por muito tempo com o revestimento da piscina.

Nesses casos, o ideal é prevenir: evite manusear objetos metálicos na beirada da piscina e, caso algo do tipo caia dentro dela, retire imediatamente. Além disso, faça uso constante da peneira cata-folhas, o que ajuda inclusive a manter a piscina sempre limpa e de visual agradável.

2. Descolorações

Outra questão que perturba a vida de proprietários de piscinas de fibra é a descoloração ou desbotamento do revestimento — áreas nas quais a fibra perde a cor original, deixando a piscina opaca, com aparência de velha e desgastada.

Isso pode acontecer por conta de diversos fatores, incluindo tempo de uso do equipamento. Mas o principal deles é o excesso de cloro na água, o que pode causar descoloração precoce — sim, o cloro faz com sua piscina o mesmo que faz com suas roupas!

Para evitar que isso aconteça, o recomendado é que você aplique o cloro granulado bem misturado em um balde de plástico, evitando que partículas sólidas do elemento cheguem ao fundo da piscina, onde podem causar o estrago.

3. Rachaduras

Dentre os problemas que podemos encontrar em piscinas de fibra, o que certamente causará mais dores de cabeça são as rachaduras, pois dependendo do caso, elas inutilizam todo o equipamento, sendo necessário trocar a piscina por completo.

As rachaduras e fissuras na piscina de fibra podem acontecer por conta de má qualidade do equipamento, aplicação incorreta do gel e, mais comum, movimentação indevida da piscina. Isto porque, apesar de muito resistente, a fibra cede quando “torcida” de maneira inadequada. Nesse aspecto, a movimentação do terreno no qual ela está instalada é o grande vilão.

Esse contratempo pode ser evitado já no desenho do projeto e na instalação da piscina, com a análise correta do terreno. Contratar um engenheiro ou uma empreiteira que conte com os serviços desse profissional é uma boa solução.

Gostou do nosso artigo? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude pessoas como você a desvendar esse mistério. Até a próxima!

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

11 comentários em “Conheça os 3 problemas comuns com piscinas de fibra e como evitá-los”

  1. Rafael Gomes disse:

    Olá gostei das dicas do seu site!

    Vou continuar seguindo para aprender mais! Obrigado!

  2. Manoel Corrêa Lino disse:

    Olá Marcela! Boa Tarde.
    Mais uma vez agradeço pelo E-mail a mim enviado. Foi muito útil, principalmente pelas informações diversificadas que recebi.
    Gostaria de saber se vocês vendem também produtos para manutenção de piscinas, tais como cloro e outros.
    Muito obrigado.
    Manoel Lino

  3. MariMaria disse:

    Obrigado.Grande artigo.

  4. Diovan paulo waide disse:

    Ola minha pisina esta levantando bolhas nas lateral e tamben esta aparecendo ondulaçao nas parede o que pode ser

    1. Equipe Tibum disse:

      Oi, Diovan. Bom Dia!
      Primeiramente, gostaríamos de dizer que as ondulações na parede e no fundo das piscinas são coisas que podem acontecer, mas não afetarão em nada a utilização da mesma.

      As ondulações são decorrentes da acomodação da “farofa” (mistura de cimento com areia) que é utilizada para o instalação da piscina, ou mesmo de uma movimentação ou abatimento natural do terreno, por isso as paredes e o fundo das piscinas de fibra tem uma certe maleabilidade para de adaptar a essas condições externas.

      As bolhas na piscina são decorrentes do acumulo de água entre a pintura da piscina e a camada de fibra de impermeabilização, sendo que esta passagem ocorre por osmose, já que a pintura possui micróporos. Essas bolhas não apresentam nenhum problema para a utilização da piscina, mas caso você queira minimizar o efeito estético causado por elas, pode-se fazer o lixamento das paredes até a remoção desta pintura que precisará ser refeita após esse lixamento, porém isso não garante que ela não possa voltar a aparecer com o passar dos anos.

      Estamos a sua disposição!

  5. Lianir Adesio de Faveri disse:

    A minha piscina de fibra está totalmente esbranquiçada com uma camada tanto nas paredes como no fundo, ao esfregar com um rodo de espuma o mesmo solta na água a qual fica toda branca e opaca, parece cloro, mas toda vez que uso cloro antes eu diluo o mesmo,para depois jogar, a cerca de 2 anos a mesma foi lixada e repintada, o que pode ser, o que devo fazer.
    Hoje apos oi uso do rodo, joguei Maxifloc para depois aspirar drenando.

    1. Equipe Tibum disse:

      Oi, Lianir
      Boa Tarde!
      Com o passar do tempo os produtos químicos realmente ficam encrustados na parede da piscina.

      Isso ocorre porque a pintura vai se desgastando, deixando assim as paredes e o fundo da piscinas um pouco mais ásperos e porosos, o que torna esse acumulo mais visível e de difícil remoção.

      Isto não é diferente em piscinas repintadas, que com o tempo acabam sofrendo com o desgaste da pintura, tornando a superfície abrasiva, que por sua vez deixa esse acumulo mais visível.

      Recomendamos que seja evitado o tratamento da piscina apenas uma vez na semana, o que faz com que sejam necessários níveis maiores de produtos, o que deixa esse acumulo visível mais rapidamente , e principalmente que a piscina seja escovada todas as semanas pelo pelo menos uma vez.

      Você também pode continuar fazendo essa escovação com o rodo de espuma ou um lixamento das paredes e do fundo com lixa 2000 sempre que o acumulo estiver perceptível.

      Sempre que você retirar esse resíduo mais grosso, será necessária a aplicação de Clarificante/Floculante para uma decantação rápida.

      Estamos a sua disposição!
      Se preferir, entre em contato conosco (31) 3958-6044.

  6. roseli maria da costa disse:

    minha piscina foi recém pintada porem achei que ficou um pouco áspera na borda,sera que posso usar o procedimento de polimento conforme li nesta matéria,minha piscina é fibra de vidro.aguardo resposta obrigada.

    1. Equipe Tibum disse:

      Oi, Roseli
      Bom Dia!
      Pode sim.
      E para mais orientações, entre em contato conosco (31) 3958-6044
      ou envie-nos um e-mail: contato@tibumpiscinas.com.br
      Estamos a sua disposição!
      Att,

  7. joseane nascimento disse:

    boa tarde…minha piscina apareceu com uma rachadura na borda…oque devo fazer

    1. Equipe Tibum disse:

      Oi, Joseane
      Bom Dia!
      Sua piscina é de alvenaria, vinil ou fibra?
      Entre em contato conosco para que possamos te ajudar.
      Ligue (31) 3958-6044 ou envie-nos um email: contato@tibumpiscinas.com.br
      Estamos a sua disposição!
      Att,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *