74539-piscina-de-fibra-ou-piscina-de-alvenaria-qual-escolher

6 dicas para escolher o melhor aquecedor para sua piscina

Uma piscina é refrescante no calor intenso do verão, mas uma piscina aquecida é melhor ainda, pois no inverno ela também pode ser aproveitada. Quem está pensando em colocar aquecedor para piscina não pode perder as dicas de hoje.

Listaremos os fatores que devem ser considerados para escolher a melhor forma de aquecer a água. E para quem tem dúvidas, comentaremos, no final, os tipos de aquecimento disponíveis no mercado. Confira!

1. Preste atenção ao tamanho da piscina e ao tempo de aquecimento

A dimensão da piscina é importante pois influencia no tempo em que toda a água será aquecida. Em piscinas menores, praticamente todos os tipos de aquecimento funcionam bem. O aquecimento a gás é o mais eficiente: é rápido, não importa a época do ano. Porém, nas piscinas maiores (com mais de 150 m³) ele fica caro (mais de um aparelho pode ser necessário para dar conta de todo o volume de água).

A bomba eletrônica demora um bom tempo para deixar a água completamente aquecida (mais de 1 dia), mas é a que funciona melhor nas piscinas maiores. Já placas solares são indicadas em locais onde há incidência solar constantemente, caso contrário, nada de aquecimento em dias sem sol.

2. Não se esqueça da sustentabilidade

As opções de aquecimento mais sustentáveis são a solar e a bomba eletrônica, pois o uso dos recursos naturais não agride o meio ambiente e nem gera resíduos poluentes.

Existe, ainda, a capa térmica, que retém o calor do ambiente na água, no entanto ela só funciona se for usada em um dia em que a temperatura estiver alta.

3. Pensa na facilidade de instalação

O aquecimento elétrico é facilmente instalado, tem um custo baixo de aquisição (em média, R$ 2 mil), mas alto custo de manutenção (com aumenta da conta de luz). O aquecimento a lenha também não é caro, porém é trabalhoso para instalar e manter, já que é necessário repor a madeira manualmente.

As placas solares são caras e demoram um pouco para serem instaladas, apesar disso, o investimento compensa, pois a manutenção e o gasto mensal são mais baixos dentre todas as opções.

4. Lembre-se da qualidade

Não importa o tipo de aquecedor escolhido, uma caraterística que sempre deve ser verificada é se o aparato é aprovado pelo Inmetro. Esse selo de qualidade garante que o material vai atender ao propósito de forma eficiente.

5. Priorize o profissionalismo

Instalar aquecedor na piscina não é tarefa simples, assim, é essencial contratar mão de obra especializada. E o profissional deve conhecer bem o tipo de aquecedor escolhido: de nada adianta chamar empresas que só têm experiência com aquecimento a gás para colocar placas solares.

Outro profissional necessário é o engenheiro, que deve ser a primeira pessoa consultada quando você decidir aquecer a piscina. Ele tem capacidade de analisar o local, levando em consideração os fatores que discutiremos a seguir, e definir o melhor tipo de aquecimento.

6. Conheça os tipos de aquecedor para piscina

Você deve ter percebido que citamos diversos tipos de aquecedores. As tecnologias disponíveis no mercado são:

  • elétrico (um dos mais comuns, que gera calor a partir do funcionamento de um motor);
  • eletrônico (também chamado de “bomba de calor”, uma espécie de ar-condicionado invertido);
  • à lenha (que usa madeira, como um fogão a lenha);
  • a gás (instalado abaixo do piso e movido a botijão específico para aquecer água);
  • solar (placas no chão ou teto que captam a energia solar e enviam calor para a água).

O tamanho da piscina e as condições climáticas podem ser decisivos para a escolha do aquecedor mais adequado. Ao projetar a instalação na sua piscina, considere se ela está enterrada ou em laje, se é externa ou interna, se na região esfria muito ou faz calor constantemente, tudo isso vai influenciar a potência necessária para o aquecimento.

Além disso, a finalidade de uso é importante para definir quantos graus a água deve atingir: em spas, o ideal é uma temperatura de 32ºC; para esportes aquáticos, a temperatura deve beirar os 27ºC; para recreação (em casa, sítio etc.), a melhor temperatura é 30ºC.

Animado para adquirir seu aquecedor para piscina e desfrutar mesmo nos dias mais frios? Então, leia outro post que fizemos sobre o aquecimento para sua piscina neste inverno!

cta_finalpost_ebook_escolherpiscinaperfeita
Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *