manchas de cloro

4 dicas imperdíveis para ter uma piscina livre de manchas de cloro

Manchas de cloro na piscina indicam uma má aplicação desse produto químico indispensável para tratamento da água. Baixa dissolução do produto, tipo de cloro inadequado e falta de limpeza de resíduos são os principais aspectos que merecem ser observados.

No post de hoje, vamos trazer 4 dicas para a aplicação correta do cloro, de modo a evitar manchas em sua piscina de fibra ou de vinil. Continue acompanhando e aprenda a conservar sua área de lazer!

1. Misture o cloro da maneira correta

O primeiro passo para evitar manchas de cloro na piscina é a realização da mistura correta desse produto. Para tanto, você deve preparar a solução em um balde cheio até a metade com água da própria piscina (para piscinas residenciais, de médio e pequeno porte, o balde comportará toda a mistura).

Depois de misturar bem, é hora de adicionar a mistura sobre a superfície da água. Tome o cuidado de jogar a mistura por todas as partes da piscina, evitando o acúmulo de cloro por determinadas áreas.

Tenha em vista que a alta concentração do produto em uma pequena parte da água poderá decantar e entrar em contato com o assoalho, levando ao aparecimento de manchas.

2. Deixe o misturador agir pelo tempo adequado

Não basta adicionar a solução de cloro por toda a superfície da piscina, é necessário deixar o misturador ligado por pelo menos 1 hora. Isso contribuirá para que o cloro dissolva na água de forma homogênea.

Com isso, nossa dica é para que você planeje uma rotina de limpeza de sua piscina, de modo que no dia em que você for utilizá-la, não haja interrupção desse processo. Isso porque, como todos sabemos, em um dia de lazer, a afobação toma conta da família e todos logo querem se refrescar o quanto antes.

3. Não deixe resíduos se acumularem na piscina por muito tempo

Tanto matéria orgânica quanto resíduos de cobre (provenientes da bomba e da encanação), quando em contato com o cloro, podem formar uma solução responsável por manchar a piscina.

Dessa maneira, é mais do que necessário limpar regularmente sua piscina. Caso contrário, é quase certo que algumas manchas de cloro aparecerão por diferentes partes da fibra ou do vinil. Piscinas feitas de azulejo quase nunca apresentam problemas referentes a manchas.

4. Atenção aos cuidados com a piscinas revestidas de vinil

As piscinas de vinil merecem um cuidado todo especial em função do comportamento desse material em contato com algumas substâncias.

Quanto a isso, a principal recomendação é para que se evite cloradores flutuantes, que podem fazer com que o cloro se concentre em determinados pontos, levando ao aparecimento de manchas indesejadas por várias partes da piscina.

E, caso apareçam grãos de cloro granulado em qualquer parte da piscina, é necessário esfregar com uma escova adequada para que o resíduo sólido se dissolva. Essa última recomendação serve para todos os tipos de piscina.

E aí, o que achou de nossas dicas sobre como evitar manchas de cloro na piscina? Restou alguma dúvida? Registre nos comentários suas impressões e dúvidas!

 27
Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *